Azeite de Alecrim

Azeite extra virgem … alimento funcional milenar.
Confere um toque especial aos pratos e é o queridinho da dieta saudável.  E tem seus motivos:
A gordura do azeite é monoinsaturada (cerca de 70%) que tem a propriedade de reduzir o LDL (mau colesterol).
É rico em ácido oleico, também conhecido como ômega-9, que estimula o fígado a produzir HDL (colesterol bom) favorecendo o controle do colesterol.
Rico em tocoferol, que retarda o envelhecimento e diminui a incidência de algumas doenças, como a artrite, a catarata e o câncer.
Rico em ômega 9, age como anti-inflamatório, beneficiando os neurotransmissores cerebrais, contribuindo para uma melhora no quadro de hiperatividade em crianças, alzheimer, parkinson, depressão, menopausa, TPM, e outros
Ajuda a prevenir a arteriosclerose;
Melhora o funcionamento do estômago e do pâncreas;
Acelera as funções metabólicas;
Produz efeito protetor e tônico da epiderme;
Estimula o crescimento e favorece a absorção de cálcio e a mineralização.

azeite de alecrim

Na hora de comprar dê preferência ao azeite extravirgem prensado a frio e consuma in natura para manter as propriedades.

Para aumentar o sabor e os benefícios, que tal adicionar alecrim e alho e fazer azeite macerado?

E depois não esqueça de conservar em um vidro escuro para evitar a oxidação.

AZEITE MACERADO

Rosmarinus Officinalis – 3 ramos frescos de alecrim

Allium sativium – 10 a 15 dentes vincado com a faca (quantidade para 30 dias)

Macerar alho e alecrim e adicionar a 300ml de azeite de oliva extra-virgem.

Deixar em repouso por dois dias e utilizar a partir do terceiro dia.

 

Imagens e texto desse post foram enviados por: Nutrimi (instagram: @espaconutrimi)

Total Views: 232 ,

Nenhum Comentário

Deixe um Comentário